PMA inicia hoje Operação Carnaval contra a pesca predatória na piracema

0
Legenda: Desrespeito a legislação pesqueira pode render condenação de um a três anos de prisão e multa de R$ 700,00 a R$ 100 mil (Foto: Assessoria/PMA)

A pesca estará fechada no período de carnaval em todos os rios do Estado, a exceção, que está aberta apenas a modalidade pesque-solte na calha do rio Paraguai, desde o dia 1º de fevereiro.

Devido ao grande índice de turistas que adentram o Estado no período de carnaval a Polícia Militar Ambiental tem programação para começar nesta sexta (21) às 8h00, a “Operação Carnaval”, com foco principal na prevenção e repressão à pesca predatória, no sentido de evitar que turistas que vão pescar, possam cometer infrações.

Durante a operação carnaval passada, a PMA autuou 16 pessoas e aplicou R$ 22 mil em multas por pesca, desmatamento, incêndio e poluição sonora e ainda apreendeu maconha.

Diferente do ano passado (2019), em que a pesca estava liberada em todos os rios, exatamente, no início do período de Carnaval, neste ano está proibida.

Apesar de o foco ser a fiscalização à pesca, outros tipos de crimes ambientais serão fiscalizados, tais como: o desmatamento ilegal, exploração ilegal de

madeira, incêndios, às carvoarias ilegais e ao transporte de carvão e de outros produtos florestais e outros crimes contra a flora, caça e outros crimes contra a fauna, bem como transporte de produtos perigosos e atividades potencialmente poluidoras.

Crimes de outra natureza também serão coibidos nas barreiras e fiscalizações ambientais da PMA, como têm sido realizados nos trabalhos rotineiros, quando se tem apreendido drogas, armas, contrabando, veículos furtados e roubados e outros.

 

Texto: Ednilson Queiroz/PMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui