Em Dourados sete escorpiões são encontrados em quintal

0
Foto/crédito: Ligado na Redação

Uma moradora na região Sul de Dourados publicou nesta segunda-feira (20) em grupo da rede social Facebook imagens que mostram escorpiões dentro de um recipiente. Os animais foram capturados no quintal de uma residência localizada no bairro Jardim Rasslem em Dourados no domingo (19) e nesta segunda-feira (20).

A postagem da Thaty Mancini, de 38 anos, chamou a atenção de muitos internautas e serviu de alerta para os riscos de acidentes envolvendo animais peçonhentos durante o período de Verão.

“Acabei de encontrar mais escorpiões em minha residência. Aqui não tem entulho nem lixo. Mas próximo daqui tem uma mata e terrenos baldios que precisam urgentemente de manutenção e limpeza”, comentou a moradora.

O Dourados News entrou em contato com a autora da publicação. Ela relatou ao jornal a situação do bairro Jardim Rasslem. A douradense disse que os escorpiões estão aparecendo com certa frequência também em outras residências do bairro e que há aproximadamente 15 dias uma de suas vizinhas acabou picada por um escorpião e teve que ser levada ao UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Thaty disse ainda que tem muitas crianças que estão começando a engatinhar na região onde mora, realidade que aumentou ainda mais a preocupação dos pais nas últimas semanas.

De acordo com a moradora do Jardim Rasslem, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) foi avisado sobre os casos, mas até a tarde desta segunda-feira (20) a equipe de pesquisadores ainda não havia chegado no local.

DADOS 

A equipe do Dourados News também entrou em contato com enfermeiro Edvan Marcelo M. Marques, do setor de Vigilância em Saúde de Dourados. Ele informou que ainda não há dados sobre a quantidade de acidentes envolvendo animais peçonhentos na cidade. “Normalmente a gente começa a receber as informações no início desta semana. A princípio, não temos números”.

Edvan orienta que em caso de picada, a vítima deve ser encaminhada a Upa ou ao HV (Hospital da Vida). Já a remoção dos animais peçonhentos deve ser feita pelas equipes do CCZ.

No ano passado, os escorpiões causaram 21 acidentes, ficando atrás só das cobras no ranking de notificações, com 23 acidentes envolvendo serpentes. Juntos, os dois animais somam quase 80% dos casos, como destacou a reportagem publicada no Dourados News no dia 7 de janeiro. 

PRIMEIROS SOCORROS

Agência do Rádio divulgou recentemente uma entrevista feita com o coordenador de Vigilância de Zoonoses e Doenças de Transmissão Vetorial do Ministério da Saúde, Marcelo Wada. Na oportunidade, orienta sobre os primeiros cuidados que se deve ter com a vítima deste tipo de acidente, até a chegada dos profissionais da área da saúde.

“A primeira medida quando você é picado por um animal peçonhento é estar lavando a ferida com água e sabão e procurar imediatamente o posto de saúde para cuidados médicos. A exceção são as águas-vivas e as caravelas. Em situações de acidentes por águas-vivas e caravelas, você deve colocar bolsa de água gelada, sem ter o contato com a água doce”, explicou o ministro.

Fonte: DouradosNews

Artigo anteriorSobe para 21 o número de casos notificados de intoxicação por dietilenoglicol em Minas, diz governo
Próximo artigoSicredi tira marca da camiseta do Operário após contratação do goleiro Bruno

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui