Saque do FGTS: filas enormes em todo país

0

Desde o último dia 20 de dezembro, trabalhadores que têm direito a saque imediato do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) vão a agências da Caixa em busca dos valores de até R$ 500. Nesta sexta-feira (27), fila enorme de campo-grandenses em busca do valor se formou em agência localizada no Centro da cidade.

Na agência localizada na rua 13 de Maio com a Marechal Cândido Mariano, bem no Centro da cidade, fila dobrou a esquina antes da abertura do banco, por volta das 10 horas. A grande procura dos trabalhadores está relacionada a recesso de algumas empresas, com isso, muita gente só teve tempo de fazer o saque nesta sexta.

Em Mato Grosso do Sul 163 mil trabalhadores poderão sacar e saques devem injetar R$ 41 milhões na economia do estado. Em setembro, a Caixa começou a liberar o saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do FGTS. Mas este mês, o governo autorizou a liberação de saque da totalidade das contas que, em 24 de julho deste ano, possuíam saldo de até R$ 998. A parcela ‘extra’ liberada, assim, é de até R$ 498 por conta.

A data limite para que o trabalhador faça o saque é 31 de março de 2020 – essa data vale tanto para os saque total quanto para o valor extra no caso dos trabalhadores que já sacaram os primeiros R$ 500.

Caso o saque não seja feito até a data, os valores retornam para as contas do FGTS, com a devida atualização monetária e juros correspondentes ao período em que estiveram disponíveis para saque.

Os correntistas que não quiserem fazer a retirada têm até o dia 30 de abril de 2020 para informar ao banco que preferem manter o dinheiro no Fundo de Garantia. Nesse caso, mesmo que o crédito tenha sido feito na conta, a Caixa tem até 60 dias para retornar os valores para a conta vinculada de FGTS. O saque imediato não tem relação com o saque-aniversário, que só começa a ser pago em abril de 2020. (Colaborou Evelin Cáceres)

Fonte: MidiaMax

Artigo anteriorPRF reforça fiscalização a partir de sábado com uso de bafômetro nas rodovias de MS
Próximo artigoGoverno aprova projeto de PPP de Esgotamento Sanitário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui