Fluminense empata com Fortaleza e fica em vantagem por vaga na Sul-Americana

0
 O resultado não foi o que quase 40 mil torcedores queriam na última partida do time no estádio do Maracanã em 2019, mas serviu para dar uma vantagem para conseguir uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana. O Fluminense ficou no empate sem gols contra o Fortaleza, nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, e ficou um ponto à frente do rival Botafogo na luta pelo último posto da competição continental.

Com 43 pontos, o Fluminense subiu para a 14.ª colocação, justamente a última que garante um lugar na Sul-Americana de 2020. Neste domingo enfrenta o Corinthians, em São Paulo, e uma vitória simples basta. Se não vencer, dependerá de um tropeço do Botafogo, que tem um ponto a menos e jogará contra o Ceará, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

O Fortaleza não tem o que lamentar. Já garantido na Sul-Americana, um triunfo no Maracanã o deixaria com chances de classificação à Copa Libertadores, mas o 0 a 0 acabou com qualquer esperança. O time comandado pelo técnico Rogério Ceni atingiu os 50 pontos e está na nona colocação. O Internacional, em oitavo lugar – posto que dá vaga na principal competição de clubes do continente -, soma 54. Neste domingo, o clube cearense fará a partida de despedida da temporada junto de sua torcida, na Arena Castelão, em Fortaleza, contra o Bahia.

Em campo, os times disputaram uma partida muito pegada no meio de campo, com muitas faltas e poucos lances de emoção. No primeiro tempo, o mais perto de chegar ao gol foi o Fluminense. Teve duas boas oportunidades, mas em ambas o goleiro Felipe Alves conseguiu fazer a defesa. O Fortaleza pouco fez para assustar Marcos Felipe na outra meta.

Na segunda etapa, o Fluminense teve mais posse de bola e passou a fazer mais pressão. Logo no começo, Nenê perdeu uma boa chance em cobrança de falta. Depois, aos 26, já com um jogador a mais – o zagueiro Paulão, do Fortaleza, havia sido expulso -, o time carioca quase abriu o placar. Daniel cruzou na área, Marcos Paulo errou a tentativa de bicicleta, mas a bola sobrou para Yuri, que cabeceou muito perto do poste direito.

Só que o Fluminense também ficou com 10 jogadores aos 31 minutos Dodi acertou o cotovelo em Juninho em disputa de bola, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Até o final, só mais uma chance tricolor. Gilberto arriscou de fora da área e a bola bateu na trave direita de Felipe Alves.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 x 0 FORTALEZA

FLUMINENSE – Marcos Felipe; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri Lima, Dodi, Daniel e Nenê (Wellington Nem); Yony González (João Pedro) e Marcos Paulo (Evanilson). Técnico: Marcão.

FORTALEZA – Felipe Alves; Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe e Edinho; Romarinho (Bruno Melo), Osvaldo (André Luís) e Wellington Paulista (Kieza). Técnico: Rogério Ceni.

CARTÃO AMARELO – Yony González (Fluminense).

CARTÕES VERMELHOS – Dodi (Fluminense); Paulão (Fortaleza).

ÁRBITRO – Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA – R$ 445.735,00.

PÚBLICO – 39.034 pagantes (39.965 no total).

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui