Governo entrega presídio com 603 vagas na Capital e anuncia nova unidade para 2020

0

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado entregou  nesta terça-feira (26) um novo presídio masculino com 603 vagas instalado no Complexo da Gameleira, em Campo Grande. A unidade dá um fôlego no sistema prisional de Mato Grosso do Sul, que possui mais de 19 mil presos – quase metade deles pelo tráfico de drogas e armas.

Mato Grosso do Sul é um dos estados que mais apreende drogas no Brasil, lembrou o governador Reinaldo Azambuja na inauguração. O bom desempenho das polícias estaduais e federais no Estado, segundo avaliação do gestor, impacta diretamente o sistema prisional. “Só neste ano nossas apreensões devem ultrapassar as 500 toneladas”, afirmou.

Ao comentar a entrega da unidade considerada modelo, uma vez que possui módulos para saúde, educação, trabalho e salas de atendimentos de advogados, Reinaldo Azambuja anunciou uma nova abertura para 2020. Outro presídio com 603 vagas será integrado ao sistema. A expectativa é de que o ministro Sérgio Moro (Justiça) participe da entrega.

Ainda na solenidade, o governador destacou a nomeação de novos servidores para a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) após realização de concurso público. “Quando assumimos tinham 1.480 agentes penitenciários. Hoje temos 1.738”. O aumento na força de trabalho nos presídios de MS está na casa dos 20%.

Secretário de Justiça e Segurança Pública de MS, Antônio Carlos Videira ressaltou o papel fundamental que o Estado desempenha na segurança nacional, “coibindo crimes transfronteiriços, sobretudo o tráfico de drogas” nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e a Bolívia. As prisões por esse crime acabam inchando o sistema prisional com presos federais.

Por isso, MS ajuizou ação civil pública no Supremo Tribunal Federal (STF) cobrando da União o ressarcimentos de mais de meio bilhão de reais de gastos com os presos federais. O processo tramita desde 2016. Além disso, o Estado protocolou projetos no Departamento Penitenciário Nacional (Depen) para ampliar o número de vagas em seis presídios.

Novo presídio

A nova unidade prisional entregue nesta terça-feira (26) pelo Governo do Estado será totalmente gerida pela Agepen. Com investimento de mais de R$ 18,9 milhões, sendo R$ 14,5 milhões de recursos federais e R$ 4,3 milhões do Estado, o presídio conta com uma área total de 18,1 mil m² e mais de 5,7 mil m² de área construída.

São 101 celas, sendo 78 coletivas, 12 disciplinares e 11 de saúde, além de salas de aula, biblioteca, setores administrativos, de assistência psicossocial e áreas de visita, entre outros espaços – tudo já equipado com R$ 938 mil de investimentos. Todo o complexo está dividido em três pavilhões, explicou o diretor-presidente da Agepen, Aud Oliveira Chaves.

Segundo ele, o presídio foi construído em concreto usinado, que dá mais segurança ao local e dificulta a escavação de possíveis buracos. O local ainda está preparado para a instalação de um sistema de videomonitoramento com 120 câmeras. “Vamos atuar para que essa unidade seja modelo no país”, salientou o diretor-presidente.

Presente na entrega da unidade, o diretor-geral do Depen, Luciano Bordgnon, revelou que uma das metas do ministro Sérgio Moro é entregar neste ano mais de 20 mil vagas no sistema penitenciário nacional, composto por 1.500 estabelecimentos. Com a entrega de hoje, “MS contribui de maneira decisiva (para cumprir essa meta)”, disse.

Ainda participaram da entrega o secretário estadual Carlos Alberto de Assis (Gestão Política da Capital); o diretor da Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira, Flávio Rodrigues Marques; o diretor-adjunto da penitenciária, Edmilson Rodrigues Horácio; o presidente da OAB-MS, Mansour Elias Karmouche; e o desembargador Luiz Gonzaga Mendes Marques, representando o TJMS.

Governador destacou aumento de quase 20% no número de agentes penitenciários de 2015 a 2019

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro

Artigo anteriorEm posse de procuradores, Reinaldo Azambuja destaca importância do fortalecimento das estruturas do Estado
Próximo artigoNo coração financeiro do País, MS apresenta projetos de infraestrutura para atrair investidores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui