Administração de Amambai pede apoio das Associações de Moradores no Combate à Dengue

0

A Prefeitura de Amambai, através da Secretaria Municipal de Gestão e da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na noite da segunda-feira, 11 de novembro, uma reunião com a Comissão Municipal de Apoio as Associações de Moradores do Município de Amambai (COMAAMA), tendo o objetivo de pedir ajuda nessa luta contra a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, causador da Dengue, Zika e Chikungunya.

Com a participação dos presidentes das vilas Jussara, Jardim Panorama, Limeira e Guaicurus, o Comitê responsável pelo assunto, que é formado pela sociedade organizada, com membros da saúde do município, do Ministério Público e da Defesa Civil, pode apresentar as medidas de urgência determinadas.

A partir da próxima semana, o Controle de Vetores intensifica os trabalhos de prevenção, visitando todos os setores do município para extermínio de focos da dengue. É de extrema necessidade que estes possam visitar todas as residências, para que nenhum mosquito sobreviva e infeste a região novamente.

Para isto, foi requisitado aos presidentes das associações de moradores que informem os cidadãos da importância destas visitas para a saúde pública, explicando que independente da presença do morador no local, é preciso que o agente possa realizar o seu trabalho.

Segundo o presidente do Comitê de Combate ao mosquito Aedes Aegypti, Wilson Vicente Ferreira, a prevenção se tornou ainda mais necessária após o cancelamento do fornecimento de Malathion, veneno usado para matar o mosquito. “Não temos inseticida, por isso precisamos entrar nas residências e recolher todo o material que apresente perigo e vocês são de extrema importância, pois conhecem a população e farão esse contato”, explicou.

Ainda de acordo com o Comitê, apesar da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEURB) trabalhar limpando as vias, não serão recolhidos entulhos e rejeitos descartados pelos munícipes.

Os mosquitos Aedes Aegypti tem seu metabolismo acelerado nos dias de intenso calor, podendo nascer ainda mais rápido. Eles têm radiação de até nove quarteirões, por isso é preciso que sejam limpos 100% de todos os setores, principalmente ao saber que 80% dos criadores estão localizados dentro das residências do município.

Para Dr. Bandeira, prefeito de Amambai, é preciso que cada morador tome as precauções corretas em sua residência e que aconselhe o vizinho, o parente, o amigo a fazer o mesmo. “Essa é uma luta de todos, independente da gestão, todos temos que ser a favor da vida”, disse.

Fonte: Bruna Corrêa/DECOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui