Governo pode ter ajuda federal para conter incêndios, diz Reinaldo

0
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assistindo desfile do aniversário de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reafirmou hoje (26) que está fazendo várias parcerias com entidades públicas e até iniciativa privada, para conter os focos de incêndio no Mato Grosso do Sul. Citou que aqui os níveis (queimadas) são semelhantes aos anos anteriores.

Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assistindo desfile do aniversário de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assistindo desfile do aniversário de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reafirmou hoje (26) que está fazendo várias parcerias com entidades públicas e até iniciativa privada, para conter os focos de incêndio no Mato Grosso do Sul. Citou que aqui os níveis (queimadas) são semelhantes aos anos anteriores.

Reinaldo ponderou que o foco é conter os focos (incêndios)e trabalhar de forma conjunta. “Acontece todos os anos por causa do tempo seco e agora é atacar os focos, como já estamos fazendo, tendo várias parcerias, entre elas o governo federal”.

Para o tucano o momento é de “somar esforços”, com parcerias com outros estados, entidades e forças federais. “Assim como eles disponibilizaram (parcerias) para Amazônia, estamos fazendo aqui, temos, por exemplo, pessoas da iniciativa privada, do Prevfogo, que estão nos ajudando a combater os incêndios”.

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Fábio Catarineli, revelou que vai ter mais uma reunião sobre o assunto amanhã (27), a partir das 10h, na Defesa Civil. Ele ainda ressaltou que se os casos de incêndios saírem do controle, eles vão acionar as forças federais, que foram disponibilizadas pela União.

Fonte: campograndenews

Artigo anteriorCarreta da Saúde em Campo Grande – Mulheres podem fazer mamografias e exames preventivos de graça
Próximo artigoDólar volta a subir de olho nas relações entre EUA e China

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui