Léo Duarte diz que ‘não conhecia 70% das ideias novas’ trazidas por Jorge Jesus

0
O zagueiro Léo Duarte falou sobre as novas ideias de Jorge Jesus no Flamengo Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Muito se fala da filosofia de Jorge Jesus. Um padrão europeu, como caiu na linguagem do torcedor. Porém, as inovações do técnico português têm surpreendido até aos jogadores do Flamengo. Nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu, o zagueiro Léo Duarte confessou que “não conhecia 70% das ideias novas” trazidas pelo comandante e elogiou o seu estilo detalhista.

– Ele é um cara muito detalhista e isso é muito bom. É novidade para a maioria de nós. 70% das ideias novas que ele apresentou, eu não conhecia. É algo positivo. Quando ele fala que defesa ganha campeonato, não é só a linha de quatro. Tem a linha de ataque, a do meio – disse, antes de completar a sua resposta explicando o que seriam esses 70%:

– Os movimentos defensivos são coletivos. Não é individual. Na minha cabeça, tenho muito a aprender e evoluir. Estou muito feliz que veio ideias novas porque assim podemos absorver tudo de bom que ele passa para a gente. Eu, como zagueiro, achava que sempre tinha de sair no combate.

Jorge Jesus completou 15 dias de treinos no Flamengo e está a uma semana de sua estreia oficial diante do Athletico, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Léo Duarte ressaltou a importância da partida e de tentar assimilar 100% dos ensinamentos do treinador para jogar com inteligência.

— São jogos importantes para colocarmos em prática, e precisamos ter consciência de que são decisões. Se não conseguirmos assimilar 100% do que o professor passa para gente, dentro de campo temos que ser inteligentes, baixar um pouco a linha, buscar o resultado — declarou.

Confira outros trechos da coletiva:

Semanas de treino

Faz duas semanas que estamos trabalhando com ele. Posso dizer que estamos evoluindo muito coletivamente. Quando o coletivo cresce, o individual vai aparecer. É muito intenso, estamos tentando absorver o máximo possível para colocar em prática. Isso requer tempo.

Chegada de um novo zagueiro

Falta de motivação, jamais. Se vier um zagueiro, vamos recebê-lo de braços abertos. Ainda mais se for de um ótimo nível pois o Flamengo merece isso. Se ele vier, vai elevar a qualidade do grupo. Vamos brigar nos treinos do dia a dia e o melhor vai jogar.

Retorno de Cuéllar

Defesa ganha campeonato, acredito que sim. Sempre a menos vazada, chega na final e é campeão. A questão de um volante só é aquele área a área, marca mais também ataca. Cuéllar está de volta com a gente, vai estar fazendo o primeiro treino hoje e vai pegar as ideias.

Busca pela perfeição nos treinos

Temos que ter a humildade para colocar isso em prática. Não é do dia para a noite que vamos fazer tudo que ele está pedindo, mas estamos no caminho certo. Aos poucos, vamos atingindo a perfeição.

Willian Arão

A descida do Arão é mais para ajudar na saída de jogo. Saíamos mais com dois, somente com os zagueiros na linha de quatro. Agora saímos com três, o Arão recua ali. Apenas isso.

Artigo anteriorDeputados lamentam exclusão na reforma e dizem que debate local traz desgaste
Próximo artigoJon Jones minimiza poder de nocaute de Marreta, mas exalta história do rival: “Me tornei fã”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui