Lula e outros três viram réus por recebimento de propina da Odebrecht

0
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Justiça Federal aceitou denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por suposto recebimento de propina da Odebrecht. A decisão é do juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal, que na quarta-feira (05) aceitou denúncia do MPF (Ministério Público Federal) por enxergar elementos suficientes para que a ação penal fosse aberta.

Além de Lula, o empresário Marcelo Odebrecht e os ex-ministros Antonio Palocci, da Casa Civil, e Paulo Bernardo, do Planejamento, também se tornaram réus na ação sobre esquema que envolveria R$ 64 milhões pagos pela empresa em troca de aumento no limite de crédito para exportação de bens e serviços.

Segundo o MPF, o ex-presidente e os dois ministros teriam aceitado propina para liberar 1 bilhão de dólares em empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para as obras em Angola. O empresário Marcelo é apontado como participante do esquema.

Foram juntados diversos documentos na denúncia, incluindo mensagens de e-mails e relatórios policiais. Ao portal de notícias UOL, a defesa de Lula informou que o ex-presidente jamais solicitou ou recebeu vantagem indevida. Já a de Palocci respondeu que ele irá colaborar com a Justiça.

Preso desde abril de 2018, o ex-presidente é réu em oito ações penais distribuídas nos estados do Paraná, Distrito Federal e São Paulo. (Com agências nacionais)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui