“O governador não vai precisar do decreto”, diz Reinaldo sobre porte de arma

0
Reinaldo Azambuja (PSDB) durante entrevista em agenda pública na manhã desta sexta-feira (Foto: Leonardo Rocha)

Fazendeiro de longa data, Reinaldo Azambuja (PSBD) revelou nesta sexta-feira (10) que já tem porte de arma. “O governador não vai precisar do decreto”, disse em entrevista ao comentar a medida tomada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta semana para facilitar não só o acesso, mas permitir que profissionais de determinadas áreas portem armas de fogo – produtores rurais e políticos estão na lista.

O chefe do Executivo estadual disse não ter ficado surpreso com o decreto nº 9.785 de 7 de maio de 2019, que causou polêmica. “Não achei estranho porque o Bolsonaro está apenas cumprindo o que tinha prometido na campanha, tem gente achando estranho”, também opinou sobre as críticas que o presidente recebeu nesta semana.

Reinaldo disse que tem autorização para andar armado “há mais de três anos”. “Fui autorizado pela PF (Polícia Federal), que me concedeu arma com porte”. O governador só não disse se normalmente andar com arma na cintura.

O decreto permite o porte jornalistas, caminhoneiros, advogados, oficiais de justiça, conselheiros tutelares, produtores rurais, além de políticos eleitos, desde o presidente à vereadores.

Na Câmara de Campo Grande e na Assembleia Legislativa, pelo menos 6 parlamentares disseram ao Campo Grande News que vão pedir porte de arma.

Fonte: CampograndeNews

Artigo anteriorReinaldo lança campanha de combate ao abuso sexual de crianças
Próximo artigoGoverno estuda liberar recursos de contas inativas do FGTS e melhorar rentabilidade do Fundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui