Paulo Guedes recebe CNM e frentes do Pacto Federativo e dos Municípios

0
CNM e Frentes falam com Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e parlamentares integrantes das frentes parlamentares mistas em Defesa dos Municípios (FMB) e do Pacto Federativo (FPPF) para debater pautas municipalistas.

Na audiência desta terça-feira (2), Guedes reforçou participação na XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios na próxima semana.

Na reunião, o presidente da CNM e os presidentes das frentes, Herculano Passos (MDB-SP) e Silvio Costa Filho (PRB-PE), trataram da pauta prioritária dos municípios e da importância do avanço das discussões sobre a estruturação do pacto federativo.

“Eu estou com a expectativa de que, pela fala do ministro, a gente vai, ao longo dos próximos anos, fortalecer a gestão local e os municípios”, afirmou o presidente da CNM ao final da reunião.

Os presidentes das frentes apresentaram ao ministro as principais pautas dos dois colegiados e ouviram as propostas que Guedes tem para tentar solucionar e avançar nas demandas. No fim da audiência, o deputado Silvio Costa Filho concedeu entrevista coletiva e destacou os principais pontos da reunião.

“Fortalecer os repasses dos estados e municípios através da securitização, do refinanciamento da dívida pública dos estados e municípios. Outro ponto importante, Guedes quer tocar as principais obras paradas para estimular a criação de emprego e renda, liberar convênios para obras que estão paralisadas e inacabadas em estados e municípios. Tudo isso faz parte desse novo pacto”, destacou o parlamentar em sua fala à imprensa.

Também participaram da reunião: Benes Leocadio (PTC-RN); Rodrigo Coelho (PSB-SC); Professor Luizão Goulart (PRB-PR); Ronaldo Santini (PTB-RS), Luisa Canziani (PTB-PR); Carlos Gaguim (DEM-TO); Eduardo Bismarck (PDT-CE), Bispo Ossesio (PRB-PE); e Edilázio Júnior (PSD-MA).

Fonte: Agência CNM

Artigo anteriorPRF faz operação em cidade considerada a mais violenta de MS
Próximo artigoPrefeito de Amambai e entrega material produzido por alunos do município

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui