Reforços do São Paulo mesclam jovens apostas com atletas no auge

0

A cinco dias para o fim do ano, o São Paulo já anunciou quatro contratações para a próxima temporada. Neste pacote, o clube mesclou a juventude de uma dupla que chega com status de aposta com a experiência de dois jogadores no auge de suas carreiras.

Emprestado pelo Ituano até o fim de 2019, Igor Vinícius se encaixa no primeiro perfil. Revelado pelo Santos, o lateral direito pertence ao Ituano, mas se destacou com a camisa da Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro.

Aos 21 anos, ele foi o quarto maior garçom da competição, com seis assistências. Natural de Sinop-MT, vem para resolver uma carência do elenco tricolor, ampliada com a saída de Éder Militão, cuja substituição ficou a cargo de Bruno Peres, que ainda não correspondeu às expectativas.

Um pouco mais conhecido, Léo Pelé é outro que chega sob a desconfiança de parte da torcida. Comprado do Fluminense por R$ 3 milhões, o lateral esquerdo assinou um contrato válido até o fim de 2022, após fazer uma boa temporada no Bahia.

Na torcida, o impacto da contratação causou divergências entre os que gostariam de um nome de peso para a posição e aqueles que deram um voto de confiança ao atleta de 22 anos. A tendência é que ele comece 2019 como reserva imediato de Reinaldo, já que Edimar deve ser negociado com outro clube.

Ambos os casos contrastam com o de Pablo, principal reforço do São Paulo até o momento. Adquirido junto ao Atlético-PR por R$ 26,5 milhões, o atacante foi contratado na melhor fase de sua carreira.

Em 2018, o jogador de 26 anos disputou 51 partidas e marcou 18 gols, sendo cinco deles na Copa Sul-Americana, da qual foi campeão e artilheiro. Desejo antigo do Tricolor, ele já chega com status de titular, o que obriga o técnico André Jardine a pensar em um novo esquema que contemple Diego Souza e Nenê.

A situação é parecida com a de Tiago Volpi, contratado por empréstimo até o fim do ano que vem. Fora do Brasil desde 2015, o goleiro deixa o país como ídolo do Querétaro, clube de porte mediano do futebol mexicano, mas com o qual conquistou o Apertura da Copa do México de 2016.

Diferentemente de Igor e Léo, ele chega sem contestação da torcida. No São Paulo, o arqueiro de 28 anos encontrará a concorrência especialmente de Jean. A tendência, porém, é que Volpi, pegador e batedor de pênaltis, inicie 2019 como titular.

O quarteto de reforços se apresentará junto com o elenco em 3 de janeiro, no CT da Barra Funda. No dia seguinte, o grupo viaja para os Estados Unidos, onde disputará a Copa Flórida em duelos com Eintracht Frankfurt-ALE e Ajax-HOL.

Artigo anteriorOperário e Comercial destoam no planejamento para Estadual 2019
Próximo artigoDudu se diz feliz no Palmeiras, mas deixa futuro em aberto para 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui