Preço da gasolina acumula queda de 3% e MS é 4º combustível mais barato

0
Gasolina pode ser encontrada por R$ 3,99 em Campo Grande (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

O preço médio da gasolina acumula queda de 3,06% nas últimas quatro pesquisas da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) em Mato Grosso do Sul, deixando o Estado com o quarto valor mais barato para o consumidor.

Na pesquisa da ANP, realizada entre 9 e 15 de dezembro, o Estado apresentou custo de R$ 4,146 no valor do litro do combustível, queda de 0,12% em relação a pesquisa anterior.

 

O valor apresentou redução constante nas últimas pesquisas, caindo de R$ 4,227 (entre 18 e 24 de novembro), passando de R$ 4,263 (entre 25 de novembro e 1º de dezembro) e chegando aos R$ 4,151 (entre 2 e 8 de dezembro), antes do último levantamento.

Na comparação entre os Estados, Mato Grosso do Sul fica atrás apenas do Amapá (R$ 3,935), Santa Catarina (R$ 4,100) e Amazonas (R$ 4,114), segundo a pesquisa da ANP.

No levantamento entre os municípios, Campo Grande registrou alta semanal de 0,07%. O valor médio do combustível saltou de R$ 4,080 para R$ 4,083. A Capital apresentou o valor mais barato, R$ 3,999, enquanto o mais caro foi encontrado em Corumbá, R$ 4,710.

A pesquisa foi realizada em 87 postos de combustíveis de Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

Etanol

Já o valor médio do etanol não sofreu alteração no Estado, se mantendo em R$ 3,335. Na Capital, o preço teve leve aumento de 0,03%, passando de R$ 3,244 para R$ 3,245, a média mais barata entre os municípios.

O litro mais barato do combustível também foi encontrado na Capital, R$ 2,099. Outro município onde o etanol é achado abaixo dos R$ 3 é Nova Andradina, chegando a R$ 2,990. Três Lagoas tem o valor mais caro, R$ 3,699, porém Corumbá foi quem apresentou à média mais cara, R$ 3,583.

A pesquisa em relação ao preço médio do etanol foi realizada em 82 estabelecimentos dos mesmos municípios.

Artigo anteriorHomem de 27 anos é encontrado decapitado em terreno baldio
Próximo artigoMundo Novo pode ter novo projeto de readequação das estruturas do Centro de Eventos (Antigo Incra)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui