Adolescente de 13 anos confessa crime e diz que matou a avó após discussão

0

O adolescente de 13 anos que matou a facadas a avó, Cirlene Oliveira, 49 anos, na tarde de ontem (11), na Vila União em Itaporã, distante 227 quilômetros de Campo Grande, contou à polícia que cometeu o crime após discutir com a vítima.

Conforme o delegado Rauali Kind Mascarenhas, a discussão começou após o garoto pedir para a avó o deixar morar com o pai. “O autor pediu para ir a Dourados morar com o pai e ela não deixou. Eles discutiram e os dois se agrediram. Em seguida, segundo relatos do adolescente à polícia, ele se apossou de uma faca e acertou a vítima”, disse o delegado.

As investigações seguem em estágio inicial e testemunhas serão convocadas para depor nos próximos dias. Ainda conforme o delegado, não há registro policial contra o adolescente, porém, testemunhas afirmaram que os dois viviam discutindo. “Ela era bastante rígida em questão do garoto sair para a rua, mas nada fora do comum”, comentou.

O adolescente se entregou à polícia logo após o crime. A faca usada no homicídio foi apreendida no local. O corpo da vítima foi encontrado na cozinha da casa onde vivia com o neto. Ele foi apreendido em flagrante e vai responder por ato infracional equivalente a homicídio. O corpo de Cirlene está sendo velado nesta manhã na Capela Municipal Menino Jesus. O horário do sepultamento ainda não foi definido. (Com informação do site Dourados News)

Artigo anteriorJoão de Deus aparece para trabalhar, mas fica apenas 10 minutos
Próximo artigoOficiais da PM são condenados por envolvimento na Máfia do Cigarro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui