Medo de fraude? Confiras as dicas do TSE para confirmar que seu voto deu certo

0

No segundo turno das Eleições 2018, que acontece neste domingo (28), a ordem de votação para Mato Grosso do Sul é primeiro para o candidato a governador e, em seguida, para presidente, digitando, para cada cargo, dois números. A orientação é do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que não haja a confusão que aconteceu no 1º turno em relação à lisura das urnas.

Na ocasião, muitos eleitores votaram na ordem errada para presidente e, por isso, a foto do candidato não aparecia na tela, já que naquele momento era a vez de se votar em outro cargo.

De acordo com a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, não há “base empírica” para as “criativas teses” em mensagens de conteúdo falso que lançam suspeitas sobre o processo eleitoral.

Segundo a ministra, como o sistema de votação das urnas eletrônicas é auditável, uma eventual fraude deixaria “digitais”.

No dia 19 de outubro, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu à Polícia Federal abertura de inquérito para investigar a divulgação de informações falsas por empresas contra os candidatos à presidência, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

“As criativas teses que intentam contra a lisura do processo eleitoral não possuem base empírica. Estão voltadas à disseminação rápida de conteúdos impactantes sem o compromisso com a verdade. A resposta da instituição, ao contrário, há de ser responsável, após análise das imputações. Reafirmo: o sistema eletrônico eleitoral é auditável. Qualquer fraude nele necessariamente deixaria digitais, permitindo a apuração das responsabilidades.”, afirmou a presidente do TSE.

Artigo anteriorIdoso é espancado e tem manga introduzida no ânus após negar dinheiro a ladrões
Próximo artigoDeixou de votar no 1° turno? Não tem problema, pode votar no 2°, explica TSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui