Vá em Paz, Zé Teixeira.

0

Mundo Novo de despede de seu filho, adotado, mas ilustre.

Zé Teixeira nasceu dia 31 de março de 63 em Mirante do Paranapanema SP, de família muito pobre mas desde criança apanhava da mãe porque roubava as mulas dos vizinhos para cavalgar, cresceu um menino muito livre sempre gostando de animais e começou a montar em rodeio nas fazendas até que chegou a ser campeão em Barretos, em Mirante do ParanapanemMundo Novo de despede de seu filho, adotado, mas ilustre.a é reconhecido como um grande campeão de rodeio.

Nos anos 80 veio para rodeio de Mundo Novo, e chegando aqui ele encontrou a Jucélia filha de pessoas melhores de vida um pouco uma moça bonita que trabalhava no banco e já apaixonada por ele através de um cartaz. Zé chamou ela: vamos embora comigo? isso na sexta-feira à noite, no domingo quando foi embora ela tava com as malas prontas para ir com ele.

E aí eles foram embora para Mirante Mirante do Paranapanema – SP, sua mãe quase enlouqueceu, porque ele havia derrubado toda a casa para construir, chegara com uma moça e tinha que casar, os pai, um gaúcho muito bravo exigiu que casasse logo, casou e como a família dela era daqui ele mudou para Mundo Novo e continuou nessa paixão, os rodeios, sendo campeão. Onde chegava Zé Teixeira reconhecido e uma paixão muito grande pela locução de rodeio.

Zé Teixeira teve dois filhos; Janaína e Júnior, sempre tentando outras profissões mais o caminho levava ele sempre para o mundo dos rodeios, o mundo dos animais, durante essa esse percurso da vida, montando em rodeio, quando ele foi a em Barretos ficou muito conhecido, foi chamado para fazer uma participação em programa da Globo, Armação Ilimitada.

Dono de coração bom, se tivesse duas camisas, uma seria para quem estava precisando, sempre foi assim, as vezes viajava, sua mãe arrumava a mala dele, quando voltava perguntava: Cadê sua roupa Zé? ah, Fulano estava sem camisa eu dei, ah ciclano estava sem a calça…
Nunca foi apegado a bens materiais, nunca, ele e o irmão Celso Teixeira, sempre inspirado nele sempre como exemplo e seguindo o mesmo caminho do Rodeio por causa de Zé Teixeira conhecido em todos a toda a região e por aí afora.

E aí ele fez a família em Mundo Novo, muitos amigos, muito querido, um irmão muito querido, que chegava sempre cantando, sempre festejando. um filho muito Amado que a mãe esperava sempre com muito carinho das viagens do rodeio, mas o destino dele estava traçado Mundo Novo onde construiu a família e os amigos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui