URSO, com dez desde o 6º minuto, perdeu para o 7 na estréia

0

#MaisConteúdoParaSuaVida

O time mundonovense começou a ser derrotado logo aos seis minutos. A zaga do URSO trocava passe quando Fabrício fez um passe curto e o capitão Fabão foi expulso ao matar a jogada (último homem).

Aos 20, a zaga do URSO cabeceia curto e o volante Peu pegou o rebote para fazer 1×0. Aos 30, o meia Gustavo Rosolen faz boa jogada individual e amplia, de fora da área. O primeiro tempo terminou 2×0, mas o goleiro do URSO, Roger Medeiros, fez dois milagres “cara a cara” (um aos 10 minutos e outro aos 25). O URSO assustou em duas oportunidades, com Peixinho e Giovani.

2º tempo

O 2º tempo começou com o atacante Nequinha no lugar do meia Yago, no URSO, mas logo aos 4 minutos, Juvenil – que jogou no URSO em 2017 – fez boa jogada pela esquerda e Gustavo Rosolen fez o terceiro (de cabeça).

O goleiro do 7, Diego, também fez o seu milagre, aos 5 minutos, evitando o gol de Peixinho (já na grade área). Aos 24 minutos, o técnico Pedro Caçapa trocou “seis por meia dúzia”, com o atacante Matter no lugar de Peixinho (que saiu contundido).

O 7 também fez suas modificações, colocando o time ainda mais a frente: Juvenil por Rodrigo Melo (um atacante por outro); Tiago Melo por Gustavo (uma meia por outro); e o atacante Leandrinho pelo zagueiro Fábio Silva. Fábio, Digão e Cy levaram cartão amarelo na 2ª etapa.

Diego fez boa defesa após chute longo de Giovani, mas quem voltou a marcar foi o 7 de Setembro, já nos acréscimos com Leandrinho (após boa jogada do atacante Rodrigo Melo).

Escalações:

URSO – Roger Medeiros, Reginaldo, Fabão, Fabríco e Farney; Hulk, Luiz Renato, Rancharia e Yago (Nequinha); Peixinho (Matter) e Giovani. Técnico: Pedro Caçapa.

7 de Setembro – Diego, Cafu, Fábio Silva (Leandrinho), Felipe e Digão; Baiano, Peu, Ci e Gustavo Rosolen (Tiago Melo); Kéverson e Juvenil (Rodrigo Melo). Técnico: Márcio Santos.

Avaliação da TV Sobrinho MS presente no jogo:

URSO

Roger Medeiros – Operou dois milagres e não falhou nos gols. Só precisa melhorar sua saída de bola: Nota 8;

Reginaldo – Apareceu mais na frente do que contra o Toledo. Ficou na média: Nota 6;

Fabão – Não pode ser crucificado pela expulsão logo aos 6 minutos. Jogada rápida e tomada de decisão rápida e compreensível. Nota 5;

Fabrício – Pra quem estava sem treinar a dois meses até que se portou bem, apesar da falha decisiva que resultou na expulsão de Fabão: Nota 4,5;

Farney – Não deixou de lutar e não se omitiu, nem ofensivamente, nem defensivamente: Nota 6;

Hulk – Logo aos seis minutos teve que ser recuado para a zaga e foi guerreiro até o final, apesar da falha no primeiro gol. Nota 5,5;

Luiz Renato – Foi o melhor do jogo contra o Toledo, mas neste sentiu a parte física no 2º tempo e não se destacou na marcação. Nota 5;

Rancharia – Correu bastante, e pode ser útil como volante: Nota 6,5;

Yago – Com um a menos foi bastante prejudicado, já que não tem característica de marcação – o que precisava: Nota 5;

Peixinho – Teve altos e baixos. Nos altos, deu trabalho para defesa e criou boas chances: Nota 7;

Giovani – Foi bem, ás vezes na frente, ás vezes ajudando no meio: Nota 6,5;

Técnico Pedro Caçapa – Fez uma opção ousada ao colocar o zagueiro Fabrício no início do jogo. Com a expulsão e poucas opções, nada pode fazer: Nota 6.

Entraram:

Nequinha – Entrou no intervalo e pouco produziu diante da dificuldade da equipe com um homem a menos: Nota 5;

Matter – Entrou aos 24 minutos e, também pela situação da partida, pouco apareceu.

7 de Setembro

Diego – Seguro, foi competente quando exigido: Nota 8

Cafu – Voltando a ser o Cafu dos bons tempos e deixou sua marca na jogada do 1º gol: Nota 7;

Fábio Silva – Seguro. Mostrou que tem moral com a torcida, pelos aplausos na substituição: Nota 6,5;

Felipe – Fez uma partida segura: Nota 6;

Digão – Apareceu bastante ne frente e fez uma partida consistente: Nota 7;

Baiano – Fez, com competência, o papel de para-brisa e de saída de bola: Nota 6,5;

Peu – Apareceu bastante no jogo, dando muita opção ofensiva como apoiador. Além, de abrir o marcador: Nota 8;

CY – Também fez bem o papel de meio-campista apoiador: Nota 7;

Gustavo Rosolen – Foi o cara do jogo, em noite inspirada, não fez dois gols por acaso: Nota 9;

Kéverson – Jogador rápido e que deve evoluir bastante: Nota 7;

Juvenil – Deu assistência para o 3º gol e teve boa participação: Nota 7;

Técnico Márcio Santos – Time mostrou padrão e técnico mexeu bem mostrando fome e sendo premiado com 4º gol com participação das três substituições. Nota: 8

Entraram:

Rodrigo Melo – Entrou e deu a assistência no 4º gol. Mostrou serviço: Nota 7,5;

Tiago Meia – Substituiu o cara do jogo e participou do 4º gol: Nota 7;

Leandrinho – Mostrou que tem estrela. Fez o 4º gol e brigará por titularidade: Nota 7,5.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui