Costa Rica pode receber até R$ 560 mil da prefeitura para Estadual de Futebol

0

 

O tema do apoio público é muito controverso e cheio de polêmica. Alguns acreditam que dinheiro público não deve ser investido em time de futebol – apesar de patrocínios grandiosos de bancos públicos (governo federal). Em Costa Rica o CREC (Costa Rica Esporte Clube) foi beneficiado por projeto de lei que concederá até R$ 562 mil ao clube. São R$ 350 mil para a 1ª fase, R$ 100 mil para a 2ª fase (em caso de classificação), e caso chegue até a 3ª fase, são mais R$ 112 mil.

O prefeito Waldeli Rosa lembrou que sem apoio público é praticamente impossível o município ter um representante no futebol profissional. O prefeito afirmou que o investimento vale à pena, já que projeta o nome da cidade no estado e no país, e ainda oferece lazer para a população. Segundo vereador Tonin Félix (PSDB) Só em 2017, a Caixa Econômica investiu R$ 132 bilhões em times de futebol, e que em times pequenos do interior o apoio só vem da prefeitura.

Prefeito de Mundo Novo só discutirá apoio no ano que vem

Apesar do estadual Série A começar já no próximo mês (17 de janeiro), o prefeito de Mundo Novo, Valdomiro Sobrinho (PR), anunciou que só discutirá o tema no próximo ano. Valdomiro lembrou que em 2018 a arrecadação caiu muito e que neste momento está preocupado com os compromissos do final de ano, como o pagamento do 13º salário e o mês de dezembro.

O prefeito foi visitado pela diretoria do URSO em novembro. O clube foi representando pelo seu presidente Gidenal dos Santos, tesoureiro Aleamir Biazussi, gerente de Futebol Aparecido Santana e secretário Anderson Parminha. O diretor municipal de Esportes, Jhonatan Rancharia, também acompanhou a reunião.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui