Após 12 anos, Cone Sul fica sem representante na Série A de Mato Grosso do Sul

0
76

Iguatemi foi o precursor; Mundo Novo e Naviraí já disputaram 15 vezes

Após 12 anos consecutivos com representante na Série A do Mato Grosso do Sul, a região Cone Sul não terá representante no Estadual Sul-Mato-Grossense de Futebol Série A. Nos últimos 20 anos, a região só não havia sido representada em 2007, quando o URSO (inscrito na competição), desistiu da mesma alegando falta de recursos financeiros. O clube de Mundo Novo foi rebaixado no último ano.

A história da região na competição começa com a Sociedade Esportiva Iguatemiense em 1979 e 1980. Seguiu com a Sociedade Esportiva Naviraiense (SEN) entre 1989 e 1994 – só ficou ausente em 93 e conquistou dois vice-campeonatos (90/91).

Na virada do século a melhor sequência do Cone Sul. O URSO disputou de 2000 à 2006. Naviraí voltou ao futebol profissional com o Clube Esportivo Naviraiense. O CEN disputou de 2008 a 2017, quando desistiu do Estadual e ‘fechou as portas’. Nestes dez anos foi campeão estadual em 2009, vice em 2010/12/13, disputou quatro Copas do Brasil (2010/11/13/14) e um Campeonato Brasileiro Série D (2009).

Já o URSO (União Recreativo Social Olímpico), de Mundo Novo, é o clube com mais participações da região. São 15 disputas na Série A, em três sequências: 2000 a 2006; 2010 a 2014; 2017 a 2019. Em seis oportunidades, o Cone Sul teve dois participantes: 2010/11/12/13/14/17.

Legenda: Naviraiense pediu licença da Série A em 2018 após campanha irregular no ano anterior (Foto: Sul News)

Texto: Jandaia Caetano

Legenda: URSO ficou em 9º lugar, entre 12 equipes, e foi rebaixado no ano passado (foto: Anderson Ramos/Capital News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui