Neymar elogia Xavi e o vê como treinador do Barcelona no futuro: “Desejo toda a sorte do mundo”

0
25

Xavi e Neymar jogaram juntos por duas temporadas no Barcelona — Foto: Reprodução

Nunca será por falta de boas referências e elogios que Xavi não treinará o Barcelona. Ao menos não no momento. O atacante do PSG Neymar e o meio-campista do Monaco Fábregas, dois ex-companheiros do espanhol, analisaram a possibilidade de ele voltar ao time catalão como treinador. Não deixaram dúvidas de esse momento chegará. Mas evitaram comentar sobre a chance de isso ocorrer de imediato.

– Xavi, como jogador, é excepcional. E acredito que como treinador também está bem. Se for treinador do Barça, que sorte tem o Barça, porque o Xavi é uma grande pessoa. Tive o prazer de jogar com ele, ser seu companheiro e lhe desejo toda a sorte do mundo – avaliou Neymar, após o empate por 3 a 3 do PSG com o Monaco.

Neymar e Xavi jogaram juntos no Barcelona por duas temporadas: 2013/14 e 2014/15, quando conquistaram a última Liga dos Campeões do time catalão. Fábregas atuou com ambos em 2013/14, antes de ir para o Chelsea. O atual jogador do Monaco sabe que um dia verá seu ex-colega de meio-campo no comando da equipe catalã.

– Ao final, estar preparado ou não, você só demonstra com resultados. Futebol, hoje em dia, é assim. Mas Xavi é uma pessoa muito ligada ao futebol, muito inteligente, e só resta a ele saber qual é o momento, não? Quando ele estará bem para dizer que ‘sim’, ou mais para frente, ou esperar um pouco…

“É um exercício muito pessoal, mas que ele vai acabar treinando o Barça, não tenho nenhuma dúvida”, analisou Fábregas.

Xavi foi procurado pelo Barcelona para substituir Ernesto Valverde após a derrota da equipe blaugrana para o Atlético de Madrid na semifinal da Supercopa da Espanha. O ex-meio-campista preferiu continuar no Al Sadd, ao menos até julho. Ele é treinador do Al Sadd, do Catar, e tem contrato até o meio de 2021.

O Barça deve seguir com Valverde até o fim da temporada, quando se encerra o vínculo do atual treinador, mas não descarta trocar o comando até lá. Quique Setién, do Betis, e Mauricio Pochettino, sem clube depois de deixar o Tottenham, são opções.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui