Após reforma, Câmara prevê devolução de “no mínimo” R$ 5 milhões, diz presidente

0
20
Presidente da Câmara, durante a sessão desta terça-feira (14) (Foto: Reprodução/ Izaias Medeiros)

A Câmara Municipal de Campo Grande deve devolver, no mínimo R$ 5 milhões do duodécimo à Prefeitura neste ano. É o que adiantou o presidente da Casa, o vereador João Rocha (PSDB). Segundo ele, o valor ainda está sendo fechado.

“Final de ano tem uma série de situações que a gente precisa fechar: a reforma da Casa e o encerramento de todos os pagamentos, por exemplo, para ver qual foi o saldo verdadeiro. Ainda não tem o valor fechado, mas com certeza, no mínimo R$ 5 milhões”, afirmou.

O recurso estimado pelo presidente da Casa é cerca de 30% menor do duodécimo da Câmara Municipal de 2018, quando o valor da devolução chegou a R$ 7 milhões. Em 2017, voltaram para os cofres municipais, do Legislativo municipal, R$ 5,2 milhões.

Reforma – O presidente da Casa ainda adiantou que as reformas devem continuar no próximo ano. Ele explicou que a reforma principal do prédio está em fase final e será concluída em 2019. Para 2020, o projeto reformar o anexo onde ficam os gabinetes dos vereadores para seguirem o mesmo padrão dos locais onde já foram reformados. “Ainda é um projeto para o orçamento do ano que vem”, explicou Rocha.

Fonte: Campograndenews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui