VAR para crer: City tem gol bem anulado aos 48, e Tottenham fica com vaga na semi em jogo épico

0
  • Resumão

    O futebol insiste em nos impressionar. Em nos deixar boquiabertos, aflitos, eufóricos e, num instante, tudo mudar. Aconteceu neste Manchester City 4 x 3 Tottenham, um dos jogos mais insanos da história da Liga dos Campeões que deu a vaga aos Spurs à semifinal da temporada 2018/19 nesta quarta-feira. E com influência determinante do VAR, que anulou um gol ilegal de Sterling aos 48 minutos no segundo tempo. Os visitantes conseguiram se segurar e se classificaram para enfrentar o Ajax num confronto de zebras daqui a duas semanas.

  • OS GOLS

    Não tente entender como tudo aconteceu: em 21 minutos de primeiro tempo já estava 3 a 2 para o City! Sterling abriu o placar num bonito chute colocado aos quatro minutos. Son empatou aos sete, em falha de Laporte e bola defensável de Ederson, e virou aos 10, em outro vacilo do zagueiro francês. Praticamente na saída de bola, Bernardo Silva contou com desvio em Rose para empatar. Enfim, aos 21, De Bruyne cruzou na medida para Sterling recolocar os Citizens na frente. Aos 14 do segundo tempo, Agüero pôs os donos da casa pela primeira vez na frente no confronto em jogadaça do belga, mas Llorente, em escanteio cedido por Ederson, fez o gol da classificação com o quadril aos 28 minutos.

  • HÁ 57 ANOS!

    O Tottenham não chegava tão longe numa Copa da Europa (antiga Liga dos Campeões) desde a temporada 1961/62, quando acabou eliminado pelo futuro campeão Benfica – foi a maior espera já registrada por qualquer clube. Desde que o torneio se modernizou em 1992, os Spurs são o sétimo time inglês a atingir uma semi, repetindo o feito de Arsenal, Chelsea, Leeds United, Liverpool, Manchester City e Manchester United – em negrito os campeões).

  • O MINUTO PARA A ETERNIDADE

    48 do segundo tempo. Eriksen foi pressionado e recuou mal. A bola desviou no pé de Bernardo Silva e sobrou para Agüero, que rolou para Sterling. O inglês deixou a bola cair para a canhota e tocou para o fundo das redes para marcar o gol da classificação do City. Só que não. A análise do vídeo apontou o impedimento de Agüero após o toque leve de Bernardo. Guardiola foi à loucura, os torcedores também, mas todos tiveram de engolir seco. Emoções que este novo futebol ainda vai proporcionar bastante…

    Fonte: Globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here