Bombeiros encontram corpo de mulher nos escombros e nº de mortos na Muzema sobe para 10

0

Bombeiros encontraram no final da noite deste domingo (14) o corpo de uma mulher sob os escombros dos dois prédios que desabaram na Muzema, Zona Oeste do Rio, elevando a dez o número de mortos. Não há identificação da vítima, que foi localizada pouco depois das 21h e retirada das ruínas por volta de meia-noite.

No quarto dia de buscas, os bombeiros trabalham com a possibilidade de 14 desaparecidos no local dos escombros. Mais de 100 militares, cães farejadores, drone, helicópteros, ambulâncias e veículos de recolhimento de cadáveres atuam nas buscas por vítimas.

Durante este domingo, o terceiro dias de buscas, bombeiros enfrentaram chuvas e há previsão de mais chuva para esta segunda-feira (15).

Também no domingo aconteceu o primeiro enterro de uma das vítimas do desmoronamento, o pastor Cláudio Rodrigues. Durante a cerimônia, vizinhos lembraram o papel dele como líder comunitário e afirmaram que ele morreu protegendo a filha Clara, de 10 anos, que sobreviveu à tragédia.

Plano contra chuvas

A Prefeitura do Rio anunciou neste domingo (14) que começou a implementar mudanças no plano de ação para chuvas. Entre as ações está a abertura de 87 escolas municipais para receber moradores que necessitem de abrigo e o fechamento de vias com risco maior de deslizamento.

Ainda segundo a prefeitura, equipes já estão posicionadas para fechar, se necessário, as seguintes vias da cidade: Avenida Niemeyer, Estrada Grajaú-Jacarepaguá, Alto da Boa Vista, mergulhão da Barrinha, Estrada da Barra da Tijuca (entre as pontes “velha” e “nova”), Rua Jardim Botânico e mergulhão Billy Blanco (perto do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca).

Também há equipes de prontidão caso seja necessária uma operação de emergência com abertura de comportas da região do Jardim de Alah, Rua Visconde de Albuquerque, General Garzón e em Botafogo, próximo à praia.

A prefeitura também informou que todos os seus órgãos estão de prontidão. Equipes da Defesa Civil, CET-Rio, Geo-Rio, Conservação, Rio Águas e Comlurb estarão de plantão em pontos da cidade onde houver maior risco de danos causados por inundações e deslizamentos. O Centro de Operações Rio é responsável pelo monitoramento da chuva em tempo real, acionando e integrando equipes dos diversos órgãos da prefeitura e informando a população sobre ocorrências relacionadas à chuva.

A prefeitura também pede para a população priorizar os transportes públicos em caso de temporal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here