Rio Anhanduí transborda e peixes pulam em plena Avenida em Campo Grande

0
Quem passou pelo local se surpreendeu com peixes pulando em área alagada da avenida. (Foto: Direto das Ruas)

O aumento no volume de água nos rios e córregos de Campo Grande, decorrente das chuvas intensas que atingiram a cidade nesta terça-feira (26), criou uma cena incomum nesta tarde na Avenida Ernesto Geisel, no trecho da via entre o Taquarussu e o Marcos Roberto. Com o transbordamento do Rio Anhanduí, vários peixes foram lançados no asfalto, despertando a curiosidade de quem passava pela região.

A foto foi enviada ao Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas, gravado pelo agente patrimonial Eliel Silva, mostra a pista bairro-centro da Ernesto Geisel parcialmente alagada. É possível ver peixes saltando em plena pista tomada de água (confira abaixo).

“Fui buscar um amigo ali e tinha um pessoal na rua parando para olhar. Foi a primeira vez que vi isso naquela região”, afirma Eliel. “Tinha gente falando que ia pegar para comer”, brincou.

O Anhanduí é formado pela junção dos Córregos Segredo (que recebe águas pluviais de bairros da região do São Francisco, onde moradores flagraram fortes enxurradas nesta tarde) e Prosa (que recebe águas do Sóter e do Parque das Nações Indígenas e, ao longo da Avenida Fernando Corrêa da Costa, registrou alagamentos).

Naquela região, o rio passa por ações para recuperar suas margens, alvos de erosão ao longo de décadas, por meio da implantação de muros de gabião e rede de drenagem.

Aguaceiro – A terça-feira em Campo Grande registrou chuvas intensas que, até o início da tarde, totalizaram 60,8 milímetros. Isso equivale a quase um terço da média história do mês (171,4 milímetros). Fevereiro deste ano, porém, já tem acumulados 314,4 milímetros de chuva.

Como resultado do aguaceiro, várias regiões da cidade registraram fortes enxurradas e transbordamento de córregos. Pessoas precisaram ser socorridas de veículos ilhados em meio aos alagamentos. O asfalto na rotatória da Avenida Euler de Azevedo, na Via Parque e na Rua Dolor Ferreira de Andrade, no São Francisco, foi arrancado, entre outros prejuízos em apuração na cidade.

A Prefeitura da Capital mobilizou uma força-tarefa de 140 pessoas para serviços de limpeza e reparos emergenciais.

 

Fonte: Campograndenews

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here