Após denúncias e abaixo-assinado, ANEEL virá a MS para apurar contas de energia

0
113
Representante da agência virá ao Estado, confirmou Procon. Foto: Leitor/WhatsApp Midiamax

Após diversos moradores procurarem o Procon-MS para denunciar o aumento abusivo nas contas de energia e, inclusive, assinar manifesto pedindo inspeção na Energisa, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) virá a Mato Grosso do Sul apurar o valor das contas de energia.

A informação da vinda de diretor da agência ao Estado foi confirmada pelo superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão. No entanto, ainda não é possível afirmar data que representante da ANEEL chegará a MS.

Muitas contas de energia chegaram a superar um aumento de 100% no valor mensal, inclusive, fatura de R$ 79 mil assustou uma família de três pessoas em Campo Grande. Um abaixo-assinado chegou a ser elaborado por campanha nas redes sociais e, até ultima atualização, havia 2,8 mil assinaturas.

Balanço financeiro

Deputados e representantes da concessionária Energisa, incluindo o presidente Marcelo Vinhaes, se reuniram no dia 13 de fevereiro para discutir sobre as reclamações de consumidores que relataram aumento abusivo nas contas de janeiro. Segundo o presidente da companhia, balanco financeiro da concessionária deve ser entregue aos parlamentares.

O encontro, que reuniu vários deputados, foi presidido por Marçal Filho (PSDB), Pedro Kemp (PT) e Herculano Borges (SD). Entre as justificativas apresentadas pela concessionária sobre o aumento das contas está o forte crescimento de consumo e as altas temperaturas no fim e começo deste ano.

A diretoria da Energisa afirmou, ainda, que municípios atendidos pela concessionária Elektro, entre eles Três Lagoas, também sentiram aumento nas contas. Além do forte calor, a empresa também afirma que variação da alíquota do ICMS contribui para aumento nas contas.

A diretoria da concessionária também afirma que o aumento no consumo da eletricidade em dezembro nas 74 cidades atendidas pela empresa seria suficiente para abastecer, por um mês, as cidades de Corumbá, Ponta Porã e Dourados, que juntas têm cerca de 400 mil habitantes.

Recorde de reclamações

Superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão também participou do encontro e revelou que só neste mês de janeiro a quantidade de reclamações de consumidores por valores abusivos na conta de energia supera em 50% o número de reclamações da segunda colocada no ranking.

Até o momento, a Energisa contabiliza 3 mil reclamações no Procon. Salomão afirmou também que técnicos da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) foram chamados para virem a MS analisar o consumo no Estado.

Fonte: MidiaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui