Gustafsson chama Jones de palhaço e promete: “Vou acabar com a era dele no esporte”

0
34
FOTO: Adriano Albuquerque

Alexander Gustafsson resolveu chegar duas semanas mais cedo em Las Vegas para fazer a aclimatação final para o combate contra Jon Jones, que acontece no próximo sábado. Quando foi surpreendido com a notícia de que o americano havia tido problemas em um teste de doping e o evento transferido para Los Angeles, o sueco estava em um passeio de helicóptero pelo Grand Canyon. Sem se deixar abalar, o meio-pesado afirmou que a mudança não vai interferir na sua performance, mas garantiu que não vai deixar a situação barata dentro do octógono.

– Eu me adapto bem a todo tipo de situação, por isso mudar pra Los Angeles não fez tanta diferença, apesar de ser chato ter que remarcar passagens de família, amigos… Mas jamais pensei em não lutar. Tenho passado por muita dor e muito suor para não lutar contra ele. O que mais importa pra mim é acabar com esse palhaço do esporte. Ele vai cair. A era do Jon Jones acabou – disse ele.

Por conta do histórico de Jon Jones, que chegou a ser retirado do UFC 200 na semana da luta por conta de um resultado positivo de doping, Gustafsson disse que ficou preocupado que a luta realmente não acontecesse.

– Eu estava preocupado durante todo o camp se o Jones ia chegar no dia da luta. Conforme a data foi chegando, eu achei que a luta ia acontecer, estava tudo bem. E aí isso acontece. Sempre acontece alguma coisa com esse cara. Mas tudo bem, mentalmente estou pronto. Estou aqui para lutar, não ligo. Ele pode estar usando esteroides, combustível de foguete…eu não ligo. Eu estou aqui para enfrentá-lo e vou acabar com ele. Essa é a minha mentalidade – disse ele.

Desde que se enfrentaram no UFC 165, em 2013, Jones se envolveu em uma série de episódios fora do octógono que quase comprometeram sua carreira. O sueco atribui a reincidência ao fato de não haver punição severa para o americano.

– É muito ruim pra ele, pro legado dele, pro esporte. É ruim pra todo envolvido. Esse é o cara que faz uma coisa errada atrás da outra e que continua fazendo isso e sempre volta. Não tem consequência de verdade pra nada do que ele faz. É isso que eu sinto, mas a decisão não é minha. Ele pode estar tomando o que for, eu não ligo. Nada disso vai ajudá-lo no sábado, porque ele vai tomar uma surra – concluiu o sueco.

Combate transmite o UFC 232 ao vivo, na íntegra e com exclusividade no próximo sábado, a partir de 21h30 (horário de Brasília). O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo e acompanha o restante do evento em Tempo Real.

UFC 232
29 de dezembro de 2018, em Los Angeles (EUA)
CARD PRINCIPAL (1h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Alexander Gustafsson
Peso-pena: Cris Cyborg x Amanda Nunes
Peso-meio-médio: Carlos Condit x Michael Chiesa
Peso-meio-pesado: Ilir Latifi x Corey Anderson
Peso-pena: Chad Mendes x Alex Volkanovski
CARD PRELIMINAR (21h30, horário de Brasília):
Peso-pesado: Andrei Arlovski x Walt Harris
Peso-pena: Cat Zingano x Megan Anderson
Peso-galo: Douglas D’Silva x Petr Yan
Peso-leve: B.J. Penn x Ryan Hall
Peso-galo: Nathaniel Wood x Andre Ewell
Peso-médio: Uriah Hall x Bevon Lewis
Peso-meio-médio: Curtis Millender x Siyar Bahadurzada
Peso-galo: Montel Jackson x Brian Kelleher

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here