Aposentados, dois secretários de Reinaldo podem abrir espaço para abrigar aliados

0
16

Além da carta de demissão entregue pelos 10 secretários de Estado ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que pode mudar o 1º escalão para a próxima gestão, a aposentadoria por tempo de contribuição de dois deles aumenta rumores da chegada de novos nomes à gestão tucana.

Os titulares da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), Guaraci Luiz Fontana, e da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Antonio Carlos Videira, tiveram suas aposentadorias publicadas no Diário Oficial do Estado, e, mesmo aposentados, permanecem à frente das pastas.

“Eu sou um delegado de polícia aposentado hoje. Hoje a fonte pagadora para o delegado aposentado é a previdência. Aí muda a fonte pagadora e você tem que exonerar e nomeia”, disse Videira, que explicou que na ativa recebia 50% da remuneração de um secretário de Estado. “A partir do momento que eu aposentei, aí eu passo a receber o cargo normal, como qualquer secretário”, explicou.

Já assessoria da Sefaz limitou-se a dizer que Guaraci permanece trabalhando na pasta, e que sua eventual permanência como comandante do Fisco Estadual pelos próximos quatro anos é uma decisão que cabe apenas ao governador. Videira também deixou nas mãos de Azambuja seu futuro na Sejusp.

De acordo com o Portal de Transparência do governo estadual, a remuneração de Guaraci como servidor de carreira da Sefaz (Fiscal Tributário), é de R$ 58,5 mil (sem as deduções obrigatórias), enquanto Videira recebeu em outubro como delegado de polícia R$ 46,6 mil. A remuneração de um secretário de Estado é de R$ 24,3 mil.

(Colaborou Richelieu Pereira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here